A Vossa Terra: Entrevista a João Mário Grilo

João Mário Grilo (1958) é investigador e professor catedrático na NOVA FCSH. Publicou, entre outros títulos, os livros As Lições do Cinema, O Livro das Imagens, O Homem Imaginado: Cinema, Acção, Pensamento, O Cinema da Não-Ilusão: Histórias do Cinema Português e Cinema & Filosofia.
Autor de extensa filmografia iniciada em 1978 com Maria, a que se seguiu A Estrangeira, dela se destacam, entre outros filmes, O Processo do Rei, O Fim do Mundo, Os Olhos da Ásia, Longe da Vista, A Falha, Duas Mulheres. Da obra documental salientam-se Saramago: Documentos, José de Guimarães: Prova de Contacto, O Tapete Voador, A Vossa Casa e A Vossa Terra, todos eles enfatizando a relação do cinema com outras artes (literatura, tapeçaria, pintura, arquitetura). Para a Fundação Calouste Gulbenkian, filmou os documentários Grande Auditório: Memorial de uma Obra, Amadeo, e Depois…, Viagem aos Confins de um Sítio onde nunca Estive (sobre e com Rui Chafes), Sombras da Majestade. Recebeu, entre outros, o Prémio Georges Sadoul, o Prémio Aurélio da Paz dos Reis, o Prémio Especial do Júri, no Festival do Rio de Janeiro, o Prémio do Público, no Festival de Biarritz, e o Prémio Procirep nos Rencontres de Cannes. Destaca-se ainda o seu trabalho como programador de cinema nos ciclos «P’ra Rir» e «P’ra Rir (Outra vez)», na Fundação Calouste Gulbenkian (em 2014 e 2015), «Esplendor na Relva: 12 Obras-Primas do Cinema», no palácio e jardins de Monserrate, em Sintra (2017), para onde, em 2018, prepara «Esplendor na Relva: A Herança do Cinema».

Entrevista conduzida por Cláudia Madeira com registo e edição de Teresa Vieira e Catarina Cabrita.

 
Temas: Da vossa casa à vossa terra: Arquitetos Raul Lino e Gonçalo Ribeiro Telles / A Vossa Terra: Arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles — Excerto 1: Paisagem, uma atividade humana

 
Temas: A Vossa Terra — Excerto 2: Ontologias para a paisagem — O olhar do realizador a partir do olhar do arquiteto

 
Temas: Paisagens limite / A Vossa Terra — Excerto 3: É possível reaprender o valor da paisagem? / Futuro

Docente e investigadora do ICNOVA da NOVA FCSH e colaboradora do IHA (NOVA) e do CET (FLUL). Realizou pós-doutoramento intitulado Arte Social. Arte Performativa? (2009-2012) e doutoramento em Sociologia sobre Hibridismo nas Artes Performativas em Portugal (2007) no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Na tese de doutoramento desenvolveu uma análise aprofundada sobre nova dança portuguesa e novo teatro tendo dedicado um capítulo à história da performance art portuguesa. É autora dos livros Híbrido. Do Mito ao Paradigma Invasor? (Mundos Sociais, 2010) e Novos Notáveis: Os Programadores Culturais(Celta, 2002). Escreveu vários artigos sobre novas formas de hibridismo e performatividade nas artes.

Licenciada em Jornalismo, pela ESCS, frequenta o Mestrado de Ciências da Comunicação (Comunicação e Artes) da NOVA/FCSH, onde desenvolve uma tese sobre Memória Cultural e o Cinema Lituano pós-independência da URSS. Assistente de Comunicação da Trienal de Arquitectura de Lisboa, em 2014, do Gabinete de Informação do Parlamento Europeu, em 2015, da Vodafone Portugal, em 2016, e da Junta de Freguesia da Estrela, em 2017, sendo presentemente a responsável pelo design gráfico do Gabinete de Informação do Parlamento Europeu em Portugal. Tem desenvolvido projectos em diversas áreas: coordenadora e produtora de actividades no âmbito da Celebração do 40ª aniversário da Revolução de Abril (na ESCS e na Associação 25 de Abril); investigadora e assistente de imagem no documentário Entre a Casa e o Corpo (pela ESCS); professora de Português no Projecto Multilingual Lithuania; colaboradora do blog Curly Mess; Membro do Júri Universidades da 14.ª edição do IndieLisboa Film Festival (pela FCSH), entre muitos outros.

Fotógrafa. Licenciada em Artes Plásticas pela Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha.