Author: Isabel Valverde

Isabel Valverde é performer, coreógrafa e investigadora transdisciplinar. Desenvolve criação artística desde 1986, no domínio da performance arte/dança a solo e em colaborações inter e transdisciplinares. É doutorada em História e Teoria da Dança, (UCRiverside, BD/FCT), licenciada em Dança (FMH/UTL), diplomada em Nova Dança (SNDD/AHK), e mestreem Artes Interdisciplinares (Inter-Arts Center/SFSU, Bolsa Fulbright/IIE). O seu trabalho centra-se na criação de coreografias em transversalidade com materiais plásticos (visuais, sonoros, arquitetónicos) e as possibilidades somáticas de intercorporealidade na interacção performativa e participativa mediada. Das suas criações, destaca: «Depois do Duche Branco» (1986), «Baixo» (com Cees W. Schmidt, 1990), «Desígnios do Corpo» (1996), «Blind Date» (com Y. Melanitis, 2002), «Fado Dança: que portuguesidade?» (2003-), e «Weathering In/Senses Places» (com T. Cochrane e outros, 2009-). Dirige o Centro para as Artes e Tecnologias/Instituto para as Humanidades e Ciências Inteligentes, é investigadora associada do GAIPS (INESC-ID/IST) e lecciona no Instituto Piaget. Participa e publica em revistas online e reuniões científicas internacionais em torno da corporealidade na condição pós-humana. É autora da tese/livro Interfaces Dança-Tecnologia: um quadro teórico para a performance no domínio digital (FCG/FCT, 2010).