Category: 17

(Janeiro a Junho de 2011)

Homenagem a José Augusto Mourão

Em homenagem ao professor José Augusto Mourão, falecido hoje, 5 de Maio de 2011, investigador do CECL praticamente desde a sua fundação e activo colaborador das publicações deste centro de investigação, republicamos aqui dois dos seus artigos para a Revista de Comunicação e Linguagens (de que era ainda o director). 
Artigo →

Da Intratextualidade: Citação e Comentário nas Viagens de Almeida Garrett

«Neste despropositado e inclassificável livro das minhas viagens, não é que se quebre, mas enreda-se o fio das histórias e das observações por tal modo que, bem vejo e sinto, só com muita paciência se pode deslindar e seguir tão
embaraçada meada.»

Almeida Garrett, Viagens…, cap.

 
Artigo →

O Regresso do Religioso e a Questão Política

«Qu’importe ce que peut être la réalité placée hors de moi si elle ne m’a pas aidé à vivre, à sentir que je suis ce que je suis.»

Charles Baudelaire

«Fraternité: Hommage à Claude Prolemée

«Je suis homme: ma durée est courte et la nuit immense.

 
Artigo →

A Viagem Imóvel: Fotografia e Experiência do Deslocamento

No conto «O Aleph», Jorge Luís Borges revela-nos a escrita de um poema intitulado Terra, constituído por uma extensão interminável de estrofes que aspiram a descrever a totalidade do planeta. Na sua elaboração, o poeta (Daneri) utiliza o aleph, um objecto privado que corresponde a um ponto no espaço onde se vêm todos os outros pontos, o único sítio onde todos os outros sítios podem ser vistos. 
Artigo →

«Aquele Lugar fora do Mundo»: Geografia, História, Ficção

Os viajantes são consabidos mentirosos. Não foram, contudo, as suas mentiras que motivaram o interesse das áreas dos estudos literários e culturais ao longo das últimas três décadas, mas sim as fronteiras frágeis e ambíguas que demarcam o território habitual da literatura de viagens: verdade e mentira, facto e ficção, Geografia, História e Literatura, todas parecem fundir-se ali num discurso consensualmente híbrido. 
Artigo →

Cognição Distribuída e Metamorfose Comunicacional-Educativa

A forte influência das tecnologias de informação e comunicação não deixou incólumes as salas de aula. A utilização regular das tecnologias da informação e da comunicação (TIC) apresenta-se como um dos grandes desafios a uma literacia digital que se pretende definir pelas competências de acesso e uso mas, sobretudo, de apropriação criativa e produtiva de informação qualitativamente superior. 
Artigo →

Poliamor, ou Da Dificuldade de Parir um Meme Substantivo

Poliamor. Um substantivo. Uma palavra com uma longa história, um meme que explodiu recentemente em Portugal, embora tenha vindo a crescer sucessivamente nos países de língua inglesa desde há quase duas décadas. Se traçar a história deste movimento é algo relativamente simples, muito mais complicado, por comparação, é traçar a história desta palavra, que nasceu antes de nascer, que nasceu várias vezes, em vários contextos diferentes, muito embora boa parte dessas vezes tenha sido como adjectivo. 
Artigo →

The Seven Basic Propositions

Clare Strand’s The Seven Basic Propositions is a digital project inspired by, and utilising, the tag lines of 1950s Kodak magazine advertisements. These Propositions point to the early excitement about the possibilities for photography as a mass participatory medium. But when removed from their original context and time, and used to drive Google image searches they take on a different meaning, pointing out the proliferation of photography into every area of our lives. 
Artigo →

Sobre os Riscos do Mergulho na Dimensão Política do Jogo

A redação destas breves notas lançou-me em dilema de consciência que caracteriza bem a nossa noção atual de comunicação. O dilema é este: sinto, por um lado, uma fundamental desconfiança em relação aos estudos, debates e publicações – reservadas algumas ocorrências esporádicas espacio-temporalmente – que vêm sendo realizadas no Brasil, desde longa data, sobre a comunicação humana. 
Artigo →

Editorial

2010 foi um ano de pausa e de reflexão para a revista Interact. Há pouco mais de dez anos, em Dezembro de 2000 para ser mais preciso, este projecto veio a público sob a inspirada direcção da nossa colega Maria Teresa Cruz, demonstrando a capacidade de inovação e experimentação do Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens no cruzamento entre a academia e as novas tecnologias. 
Artigo →