Category: 30-31

Sentir em Rede: Artes, Ativismo e Redes Digitais (2019)

Produção Multimídia e Software Livre: das redes distribuídas à estética da multidão

O texto intenta uma análise sobre as novas formas de compartilhamento de bens culturais viabilizados com a Internet, ao mesmo tempo que se dedica à elaboração teórica sobre a diferenciação ontológica de objetos digitais, considerando um novo fenômeno de consumo e circulação de bens culturais rumo ao que poderíamos chamar de estética da multidão. 
Artigo →

Constelações em Rede: Entrevista a José Bragança de Miranda

Um dos principais pensadores da cultura contemporânea em Portugal, José Bragança de Miranda, vem investigando sobre as formas de pensar as novas tecnologias, o digital e as formas de acção ou activismo que se desenrolam através das redes, propondo – mais do que uma teoria única e centrada – uma forma de reflectir estes fenómenos em constelação, a partir de um conceito benjamiano de inspiração platónica (vide «A constelação como método do contemporâneo» in Netativismo, Edições Universitárias Lusófonas, 2017). 
Artigo →

O Digital é de Ontem: Entrevista a Elvira Leite

A presente entrevista incide sobre a juventude intelectual de Elvira Leite e o conjunto de escolhas que a definem como uma personalidade que abraça diariamente o presente e todas as surpresas que o futuro possa reservar. O contacto com a vida e obra de Elvira Leite é parte integrante de uma análise alargada a um grupo de artistas que se licenciou na Escola Superior de Belas Artes do Porto nos anos sessenta e setenta, coincidente com o período pré e pós-revolução social e política de 25 de Abril de 1974. 
Artigo →

O cuidar dos não humanos: indignações reticulares diante da misoginia in-game em Red Dead Redemption 2

A ideia de jogar videogame sempre se mostrou vinculada ao imaginário coletivo sob noções parciais da ordem do mero lazer, bem como de uma ineficácia actancial dentro da vida cotidiana, ou do mundo social-histórico, em detrimento de linguagens midiáticas “mais sérias”. 
Artigo →

Novos média e novas formas de acção na arte

Decorrendo do modo como a arte dos novos média se instala no espaço físico e virtual na forma de acção, performance, movimento e acontecimento, este artigo propõe uma análise da mesma em relação ao activismo.

Revisitam-se o artivismo e os conceitos de recepção, obra aberta e experiência estética e propõe-se que as artes tecnológicas formam um espectador activo e instalam novos quadros de acção, interacção e participação. 
Artigo →

Entrevista a Massimo di Felice

Numa entrevista à distância, realizada em colaboração com as redes sociais digitais, Massimo Di Felice tratou de diversos temas relacionados com o sentir contemporâneo, permeado pelo digital, das experiências estéticas às novas formas de participação e cidadania em rede.

Net-ativismo no Brasil: Análise do Movimento #MariellePresente

O ensaio investiga a constituição do movimento que surgiu após o assassinato da vereadora Marielle Franco no Brasil como ação net-ativista. #MariellePresente é um exemplo de movimento de reinvindicação que nasceu na web e chegou aos espaços físicos. O propósito é mapear a conversação em rede que se estabeleceu a partir da mobilização dos internautas na rede social Twitter. 
Artigo →