Soneto Ecológico: Um Projeto de Poesia Ambiental

O «Soneto Ecológico» é um poema sobre a natureza «escrito» com elementos da própria natureza: árvores. Trata-se de uma obra de land art constituída por 70 árvores organizadas por 14 filas com 5 árvores cada, correspondendo aos 14 versos da estrutura do soneto, distribuídas por duas quadras e dois tercetos, sendo as rimas efetuadas por árvores da mesma espécie. 
Artigo →

Ecocídio

Verão de 2005 nas margens do Alva: como em tantos outros anos e nas margens de outros rios, ou nas encostas e sopés das serras, somos testemunhas impotentes de tragédias ecológicas que podem ser evitadas mas cujo controlo nos escapa. Em fuga para a sombra tentamos superar a desgraça que desgasta a alma e o ânimo. 
Artigo →

Mapa de uma Paisagem Comestível

Em Marvila, as hortas são um vestígio de ruralidade resgatada ao tempo e ao espaço da cidade. Através da análise de uma pintura, pretende-se refletir sobre o modo como um cidadão anónimo, com uma horta clandestina, transforma a paisagem urbana. 
Artigo →